Arquitetura dos Consoles

Uma análise prática por Rodrigo Copetti


Image

Olhar para a evolução dos consoles de videogame é fascinante. Enquanto os PCs convencionais tendem a evoluir ‘incrementalmente’, novas gerações de consoles introduzem formas completamente novas de trabalhar. O que você vai ver aqui é uma série de artigos que vão, assim eu espero, revelar a lógica por trás das últimas tendências tecnológicas. Eles também vão demonstrar porque cada sistema não pode ser resumido pelos seus ‘bits’, megahertz, quantidade de RAM e outras coisas.

Esse não é um manual do desenvolvedor, mas sim, apenas uma introdução aprofundada sobre como cada sistema funciona internamente. Tenha em mente que o mundo da tecnologia ficou muito complicado ultimamente, então, se você tiver dificuldade para entender meus artigos mais recentes, tente ler os mais antigos primeiro. Eles introduzem muitos conceitos e definições que são revisitados constantemente.

Conhecimento básico de computação é preferível, porém, eu me esforço muito para adaptar meu conteúdo para públicos maiores, então não se sinta intimidado de ler! Mas se isso não for suficiente, você pode querer dar uma olhada nas leituras de ajuda.

Por mais que eu tente ser o mais preciso possível, se você encontrar algum erro, por favor me avise. Por fim, se você prefere ler usando um leitor de eBook, confira a edição eBook.

Sem mais delongas, aqui estão eles!

3ª Geração

Conhecidos como consoles "8 bits", esses aparelhos trouxeram gráficos mais sofisticados e áudio melhor que seus antecessores. Afinal, um grande colapso do mercado havia acabado de ocorrer e novos padrões tinham que ser estabelecidos.

Recursos de GPU excepcionais: "Tilemaps" manipuláveis e paletas de cores maiores.

4ª Geração

DMA, interrupções horizontais, vários modos... Estes são alguns exemplos dos novos conceitos que trouxeram a nova geração "16 bits", abrindo as portas para novos gêneros de jogos.

Avanços notáveis dos processadores: Instruções de multiplicação e divisão, DMA e duplo processamento.

Recursos de GPU excepcionais: Transformações afim e interrupções horizontais.

5ª Geração

Jogos 3D se tornaram uma necessidade, mas o "como" ainda não está claro. A resposta? Cada empresa apresentou sua própria visão.

Avanços notáveis dos processadores: Segmentação de Instruções e cache L1.

Recursos de GPU excepcionais: Pipeline de vértices programável, Z-buffering e correção de perspectiva.

6ª Geração

A maioria das limitações gráficas da geração anterior não existem mais. Os consoles portáteis começam a se assemelhar a sistemas familiares.

Avanços notáveis dos processadores: Arquiteturas superescalares, instruções SIMD e cache L2.

Recursos de GPU excepcionais: Pipelines de píxel programáveis e filtros anisotrópicos.

7ª Geração

Consoles evoluíram para supercomputadores e centros multimídia. Agora estas máquinas são capazes de mais do que apenas rodar jogos, e é por isso que a segurança agora é um fator crítico.

Avanços notáveis dos processadores: Paralelismo a nível de thread e arquiteturas multinúcleo simétricas.

Recursos de GPU excepcionais: Modelo de sombreador (shader) unificado e renderização HDR.

8ª Geração

O mercado de entretenimento agora foi conquistado por smartphones e tablets baratos. Integrações com redes sociais tornaram-se a prioridade número um de todo periférico. É hora das empresas tradicionais de videogame renovarem seu status quo, e é melhor que o façam rápido.


Planos futuros

Há muitos consoles sobre os quais eu poderia escrever... Se você está se perguntando o que está por vir na minha lista, aqui está:

### Next articles

- Sony PSVita
- Nintendo Switch

### Retro consoles / In-between the next articles

- Panasonic 3DO
- Neo Geo
- Atari Jag
- Atari 2600
- WonderSwan
- Mega Drive add-ons (MegaCD and 32x)

#### Personal computers repackaged as consoles

- Apple Pippin
- Atari XEGS
- Amiga CD32

### Modern consoles / More research needed

- Sony PlayStation 4
- Microsoft Xbox One
- Sony PlayStation 5
- Microsoft Xbox Series X/S
- Playdate

### Honourable articles / For another series

- Commodore 64
- Amiga 500 (featuring the Original Chip Set)
- Amiga 3000 (featuring the Enhanced Chip Set)
- Amiga 4000 (featuring the Advanced Graphics Architecture)

Se achar meus artigos interessantes, por favor considere a doação. A sua contribuição será usada para financiar a compra de ferramentas e recursos que me ajudarão a melhorar a qualidade dos artigos existentes e dos que estão por vir. Também tenho uma lista de materiais interessantes a adquirir no final de cada artigo.

Donate with PayPal
Become a Patreon

Você também pode comprar a edição eBook em inglês. Eu trato os lucros como doações.

Image

Como um sinal de gratidão, seu nome será incluído na seção de créditos do próximo artigo ou do seu artigo nomeado, a menos que indicado o contrário.


Receba atualizações

Eu publico atualizações no meu perfil do Twitter, mas você também pode receber um email quando um novo artigo for postado. Você pode cancelar a inscrição a qualquer momento, eu uso o Mailchimp para lidar com isso.

rsslinkedintwittergithubmail